« A fotografia nas "Gerais" I | Main | Fuensanta "La Moneta" »

05/17/2008

Comments

Feed You can follow this conversation by subscribing to the comment feed for this post.

Tomé Duarte

Depois das infelizes palavras proferidas pelo vanguardista da Magnum Martin Parr quando da sua última visita oficial a Portugal, quando entre outras coisas disse que não tinhamos nada de "extraordinário" e que somos muito "convencionais", é um português residente na sua cidade natal que acaba por ser premiado num concurso integrado no festival onde entre os curadores se encontra... Parr.

As ironic as it gets.

Parabéns ao Edgar. Fico curioso por saber qual será o efeito, se algum, na nossa ilustre comunicação social.

Paulo S. Carvalho

Temos fotógrafo.

Review do Topologies no Conscientious
http://www.jmcolberg.com/weblog/2008/05/review_topologies_by_edgar_mar.html

Pedro dos Reis

Mais uma vez os parabens ao Edgar!

Quanto ao que o Tome' refere, penso que as palavras de Martin Parr nao reflectem mais que o nosso isolamento em relacao ao mundo.
Tambem reconheco que existem bons fotografos em Portugal e com um trabalho completamente contemporaneo, mas as raras participacoes em eventos internacionais e a pouca documentacao que e' criada em Portugal originam palavras deste genero.
Martin Parr expressa apenas o seu desconhecimento sobre a fotografia em Portugal e talvez achar que muitas das imagens produzidas e que sao oficialmente promovidas como Fotografia Portuguesa nao lhe causam grande encanto.
Nao o levo a mal, pois pessoalmente sinto o mesmo em relacao a alguns trabalhos que vejo.
Por outro lado reconheco que nao e' inteiramente verdade, pois existem outros trabalhos com bastante qualidade e que apenas pecam por nao serem oficialmente apoiados.
A unica solucao que vejo para tal e' que se pense, fale e documente mais a Imagem no nosso Pais.

Li a critica que fazem do Topologies no link que o Paulo S. Carvalho indicou e penso que o aspecto que o autor salienta nao e' mais que um "problema" inerente 'a propria Fotografia Contemporanea - o titulo do livro.
Parece-me um pormenor que nao desvaloriza o trabalho. Um titulo e' sempre um titulo...
Neste caso o produto originado ira' ter como "concorrentes" todos os livros de fotografia que existem nas prateleiras das livrarias e que sao bastantes. Um titulo pode ser apenas um factor de curiosidade relativamente aos potenciais consumidores. O que conta mesmo e' o convite a que se desfolhem as paginas e que se goste do conteudo. Nao me parece que esta critica seja negativa, apenas reflecte uma preocupacao que existe dentro do meio.
Por outro lado e' interessante a forma como o Edgar consegue "exportar" Portugal.
As imagens da praia sao claramente em Portugal - muitas sao lugares comuns a quem habita ou conhece a linha do Estoril.
E' interessante pensar que os lugares que nos sao mais comuns possam ser considerados de certa forma "exoticos" e apreciados pelo mundo da Arte.
Talvez este factor pudesse ajudar os responsaveis pela promocao Internacional do Pais a considerar contratar fotografos portugueses nas suas proximas campanhas.

Verify your Comment

Previewing your Comment

This is only a preview. Your comment has not yet been posted.

Working...
Your comment could not be posted. Error type:
Your comment has been saved. Comments are moderated and will not appear until approved by the author. Post another comment

The letters and numbers you entered did not match the image. Please try again.

As a final step before posting your comment, enter the letters and numbers you see in the image below. This prevents automated programs from posting comments.

Having trouble reading this image? View an alternate.

Working...

Post a comment

Comments are moderated, and will not appear until the author has approved them.

Your Information

(Name and email address are required. Email address will not be displayed with the comment.)

Categories

Twitter Updates

    follow me on Twitter