« The health bill | Main | Primitivos ("Alma Africana" 2) »

11/08/2009

Comments

Feed You can follow this conversation by subscribing to the comment feed for this post.

Carlos Picado Horta

Caro Alexandre Pomar,

Li o seu comentário sobre a exposição Berardo no Páteo da Galé. Quase 100% daquilo que está designado por Arte Etnográfica, a que eu teria preferido chamar Arte Tribal Africana, foi coleccionada por mim em África entre 1965 e 2002. Todas as peças são "genuinas", no sentido em que foram produzidas por artistas ou artesãos africanos, embora parte delas nunca tenham sido usadas em ritos tradicionais. Eu só teria exibido cerca de 300 peças das 659 que vendi ao Com. Berardo, mas foi outro o entendimento dos organizadores. Pena que não tenham incluido no Catálogo elementos fulcrais do meu Inventário com extensas referências bibliográficas e ressalvas. Quanto às peças de marfim, que eu não teria exposto, o Atanásio Binamú era apenas um jovem e promissor escultor entre os mestres da Cooperativa de refugiados Macondes na Beira em 1985.
Melhores cumprimentos, CPH

The comments to this entry are closed.

Categories

Twitter Updates

    follow me on Twitter