« Estado da arte 2 (Deutsche Börse ) | Main | le marché de l'art »

11/17/2009

Comments

Feed You can follow this conversation by subscribing to the comment feed for this post.

Nuno Nunes-Ferreira

concordo plenamente.

JP

e quase simultaneamente ..... acontece em Londres a RCA Secret, a 16ª edição da exposição de postais "secretos" realizada pelo Royal College of Art. Os postais, vendidos a £40 revertem para o Royal College of Fine Art Student Award Fund, que apoia artistas durante os estudo. Este ano foram realizados por artistas como Bill Viola, Gerhard Richter ou John Baldessari, mas também por estudantes finalistas e antigos alunos. Paula Rego vendeu também um postal na edição passada. A curiosidade assenta no facto do nome do artista só ser revelado após a compra do postal. As filas são gigantes, observei ao vivo a fúria enquanto lá vivi. E em Portugal, para quando iniciativas que nos aproximem?

( informações tiradas daqui http://www.viewlondon.co.uk/whatson/rca-secret-feature-1524.html
site do evento: http://dams.rca.ac.uk/res/sites/RCA%5FSecret/ )

Apresento a perspectiva de uma arquitecta de 30 anos. Não represento nenhum coleccionador, nem tão pouco colecção. Passeei pela última edição da Arte Lisboa e vi mais do mesmo. Este ano não vou.

ap

Obrigado pelo interesse. Já por cá se fizeram vendas idênticas, em pequena escala, sem a notoriedade dos nomes que refere, sem regularidade, sem a logística do RCA. Diz que passou pela feira e "viu mais do mesmo" - não será o que dizem os visitantes das 16 edições dos postais secretos? Não será o que se pode dizer da temporada da Gulbenkian? Ou da saída regular dos diários? As novidades esgotam-se depressa e é preciso tentar ver ou ouvir melhor, ou mais. Claro que a imaginação e a surpresa ajudam.

CR

Informando desde já que não passo de alguém que gosta muito de arte contemporânea, não estando por qualquer via ligado ao meio artístico, gostaria de dizer que achei ridícula a afirmação "mais do mesmo".

Estranho seria que numa feira que se chama "Arte Lisboa" não houvesse "mais do mesmo": Arte (em Lisboa). Claro que há anos melhores que outros. E, por acaso, o ano passado foi dos bons - como, julgo, ter sido referido neste blog.

Esta tendência para dizer mal sem grande fundamento é provinciana e, infelizmente, não se fica pelos possíveis visitantes. O destaque que é dado nos jornais, pelo menos no Público, às galerias que "ficaram em casa" é - a meu ver - ridículo. Quem não quer ir não vai, mas o mais interessante da feira é, seguramente, os que lá estão e os que lá vão.

Quem me dera que para além da Arte Lisboa, houvesse a Arte Porto e muitas outras artes espalhadas pelo país. Claro que pode melhorar, mas para mim a que existe é muitíssimo melhor do que não haver nada (e é por isso que todos os anos fico a contar os dias para a feira começar).

Obrigado pela informação que disponibiliza regularmente no seu blog.

JCR


O caro amigo CR está se esquecendo de que existem inúmeras exposições de arte, a nivel autárquico, por este país fora. Se o que quer são exposições, pois não lhe faltam para ver!

Agora, se quer algo que não entende mas pomposo, a história é outra...

Eu continuo a preferir a Feira da Ladra...!

Verify your Comment

Previewing your Comment

This is only a preview. Your comment has not yet been posted.

Working...
Your comment could not be posted. Error type:
Your comment has been saved. Comments are moderated and will not appear until approved by the author. Post another comment

The letters and numbers you entered did not match the image. Please try again.

As a final step before posting your comment, enter the letters and numbers you see in the image below. This prevents automated programs from posting comments.

Having trouble reading this image? View an alternate.

Working...

Post a comment

Comments are moderated, and will not appear until the author has approved them.

Your Information

(Name and email address are required. Email address will not be displayed with the comment.)

Categories

Twitter Updates

    follow me on Twitter