« Encontros de Bamako, Mali / na Gulbenkian | Main | Ao desbarato no Museu Berardo »

08/28/2011

Comments

Feed You can follow this conversation by subscribing to the comment feed for this post.

AP

Adenda, ou auto-comentário. O meu exemplar do álbum (comprado ontem na feira dos alfarrabistas da R. Anchieta) tem um interessante carimbo da Biblioteca da Universidade de Lisboa - Faculdade de Direito, e depois um outro que justifica o seu itinerário histórico: "Oferta da Biblioteca da Faculdade de Direito de Lisboa". Lá dentro, um cartão que refere o envio gracioso de Luanda. Depreendo que não foi no tempo maoista do nosso presidente Durão Barroso que a Biblioteca se desfez do catálogo (não se poriam carimbos nas urgências da revolução), mas já antes, quando "o regime" se desfazia do passado colonial, ou do seu passado, apenas. Ou, ainda, mais simplesmente, será só um outro exemplo da tara das bibliotecas (não só nacionais...) se desfazerem dos seus bens? De qualquer modo, paguei-o, e é uma peça preciosa.

The comments to this entry are closed.

Categories

Twitter Updates

    follow me on Twitter