« Black arts J. B. DONNE | Main | SOLAR DOS JORGES, sinopse »

07/20/2014

Comments

Feed You can follow this conversation by subscribing to the comment feed for this post.

Artur Pastor

Obrigado pelos comentários pertinentes. Vamos ficar à espera da cronobiografia que um dia será editada, no famigerado catálogo e ou livro.
No que respeita ao livro de Maria Lamas, as Mulheres do Meu País, existem no arquivo documentos relativos à troca de correspondência entre a autora e o meu pai.
Quanto às publicações nos álbuns de F. Marjay Artur Pastor foi um colaborador assíduo, mas o nome nunca era publicado, algo que hoje em dia seria impensável. Os álbuns existem em casa da minha mãe com as dedicatórias de agradecimento à colaboração do meu pai, mas é tudo.
Artur Pastor(filho)

Alexandre Pomar

É estranha essa relação com o Marjay, tanto mais que ele indicava - no caso que tenho à minha frente, Évora, 1958 - os fotógrafos, página a página. Seria uma colaboração com informações e pistas ou referências de fotografias, e não uma cedência de provas?: talvez as dedicatórias esclareçam esta última dúvida.
E talvez exista mais correspondência e em especial dados sobre a relação com os foto-clubes (6x6), com o Salão (e o Jornal) do Barreiro, que foi a grande referência dos anos 50, e com outros fotógrafos (em especial com o E. Gageiro, que como fotojornalista se lhe aproximava no autodidatismo e na dedicação à vida e trabalho do povo). Faltam ainda muitos dados para entender as fotos dessas décadas.

Artur Pastor

Olá Alexandre,

Os livros em que Artur Pastor colaborou com cedência de provas são:
"Romantic Portugal", 1955
"Lisboa", 1956
"Portugal", 1962
A relação do meu pai com Eduardo Gageiro era de pouca proximidade pois, segundo dizia, não comungava da mesma visão da "miséria" que aquele captava.

Alexandre Pomar

Obrigado, mais uma vez. E sim, Artur Pastor é referenciado como autor de duas fotografias em PORTUGAL, de F. Marjay, Coll. das Ides, Éditions Ides et Calendes, Neuchâtel et Paris, 1ª ed. 1954. É ainda a colecção internacional, nº 6, a que se segue a série portuguesa.
Vem identificado como Arturo Pastor e publica duas fotos, uma Paisagem alentejana, próximo de Évora (nº 69) e uma magnífica Ruela de Olhão (nº 78), com uma austera geometria urbana deserta, quase medieval ou árabe.

Artur Pastor

Olá Alexandre,

Hoje verifiquei em casa da minha mãe os álbuns de Lisboa e Romantic Portugal, de Marjay, e ambos teem identificado o nome do meu pai. Fica aqui a correção.

Verify your Comment

Previewing your Comment

This is only a preview. Your comment has not yet been posted.

Working...
Your comment could not be posted. Error type:
Your comment has been saved. Comments are moderated and will not appear until approved by the author. Post another comment

The letters and numbers you entered did not match the image. Please try again.

As a final step before posting your comment, enter the letters and numbers you see in the image below. This prevents automated programs from posting comments.

Having trouble reading this image? View an alternate.

Working...

Post a comment

Comments are moderated, and will not appear until the author has approved them.

Your Information

(Name and email address are required. Email address will not be displayed with the comment.)

Categories

Twitter Updates

    follow me on Twitter